Mitologia do FaeVerso: A formação do Véu

A formação do Véu

Em um passado distante, após a insistência dos ascensos, os profetas arriscaram vasculhar o tear em busca por alguma maneira de impedir o chamado da perdição.

O que encontraram, como o único caminho, significaria o fim permanente da vida de muitos, mas era a única maneira.

Nos mundos centrais, planos de evacuação foram iniciados. O forte povo daquela era há muito esquecida, de todas as tribos, todas suas magias foram direcionados para os portais criados pelos profetas.

Eles podiam ver os profetas, observando-os do alto. Um mar de pessoas inundando a névoa. Dançando, entoando, cantando enquanto deixavam seus lares para sempre.

Achando que este não era o fim. Que retornariam quando possível. Mas eram apenas mentiras. Os profetas não tinham certeza.

Eles sabiam apenas que o tear cantou a música até um certo ponto, então não havia nada.

Todos os caminhos levavam ao caso, e sem este sacrifício era certo que o FaeVerso chegaria ao seu fim definitivo.

E assim, incontáveis pessoas foram passando, deixando para trás seus sonhos, e tornaram-se dormentes dentro Véu, suas almas servindo como a barreira perfeita.

Ninguém dos outros mundos sabia de seu sacrifício. Apenas que o chamado da perdição, finalmente, silenciara, por um tempo.

O texto original em inglês é de autoria de Brian Kramer, da Subsoap.
Interessados na mitologia podem se inscrever no boletim: Subsoap Newsletter.

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s